Dor na mama | Dr. Guilherme Padilha | Cirurgião Plástico | Dor na mama

Dor na mama

DOR NA MAMA

 

 

A dor nas mamas é chamada na medicina de mastalgia. 

A dor mamária é um sintoma extremamente comum. Cerca de 60% das mulheres têm algum grau de mastalgia, mas poucas consideram esse sintoma importante o suficiente para procurar ajuda médica. Na verdade, apenas 1 em cada 10 mulheres que referem dor em um ou ambos os seios descreve a dor como de moderada a forte intensidade e na imensa maioria dos casos, a mastalgia não é um sinal de doença grave das mamas. Isso não significa, porém, que mulheres com dor mamária persistente não devam procurar seus ginecologistas para tentar esclarecer a origem da sua dor.

 

Dois terços das dores mamárias são consideradas cíclicas e um terço é considerada não-cíclica. Dor cíclica é aquela que está associada às variações hormonais do ciclo menstrual, surgindo, habitualmente, uma semana antes da menstruação. A dor não-cíclica é aquela que não segue um padrão mais ou menos previsível, podendo ser constante, intermitente ou apenas pontual, como após traumas da mama ou do tórax.

 

 

Dores leves ou pequenos desconfortos difusos em ambas as mamas são normais durante o ciclo menstrual e ocorrem em praticamente todas as mulheres em idade fértil. Este tipo de dor nos seios costuma surgir na segunda metade do ciclo menstrual, agrava-se dias antes da menstruação e desaparece assim que a mulher menstrua.

Quando esta dor cíclica relacionada ao ciclo menstrual é de intensidade moderada a forte, dizemos que a paciente tem mastalgia cíclica. As características são as mesmas de qualquer dor cíclica, mas o incômodo é tão importante que pode atrapalhar a vida sexual, social e as atividades físicas nos dias que antecedem a menstruação.       Outra causa comum de dor cíclica nos seios é a chamada doença fibrocística da mama. Apesar de ter doença no nome, essa alteração da mama não é uma doença de fato. São apenas nódulos císticos benignos que podem surgir na mama ao longo da vida devido a estímulos hormonais. Em alguns casos, estes cistos podem ser dolorosos.

 

 

 

Ao contrário das dores cíclicas, a dor mamária não-cíclica não mantém relação com o ciclo menstrual e costuma acometer apenas uma das mamas. Entre as causas comuns de dores não-cíclicas, podemos citar:

Mamas muito grandes – o peso pode causar estiramento do ligamento de Cooper, que é a estrutura que dá sustentação às mamas.

Mastite – inflamações da mama são muito comuns durante o aleitamento materno, mas podem ocorrer também em mulheres que não estão amamentando

Traumas na mama – após lesões ou traumas, a mama pode apresentar dor não-cíclica por algum tempo.

Ectasia ductal – essa alteração ocorre por dilatação e obstrução dos ductos mamários que transportam leite. A ectasia ductal pode provocar inflamação, levando a um quadro muito parecido com o da mastite.

Gravidez – o desenvolvimento das mamas durante a gravidez pode levar a quadros de dor não-cíclica.

Câncer da mama – um tipo de tumor maligno do seio, conhecido como doença de Paget da mama, é um forma incomum de câncer da mama que pode provocar inflamações, ulcerações e dor no seio.

Cirurgia prévia da mama – após a cicatrização do tecido mamário devido a uma cirurgia ou biópsia, a mama intervencionada pode apresentar quadros de dor não-cíclica.

Medicamentos – algumas drogas podem causar dor não-cíclica nos seios, como por exemplos: antidepressivos (fluoxetina ou sertralina), pílulas anticoncepcionais, metronidazol, clomifeno, espironolactona e outros.

 

Portanto, diante destas informações, se você tem em suas mamas uma dor não-cíclica ou cíclica importante procure ajuda de um profissional.

DR. GUILHERME PADILHA DO CARMO
CIRURGIÃO PLÁSTICO | CRM 5273450-0

FACEBOOK

Curta nossa página

CONTATE-NOS

Teremos prazer em responder

Três Rios/RJ
Rua Gomes Porto, 225, 6 andar, sala 601, Centro
(24) 2255-4442


Rio de Janeiro/RJ
Praia do Flamengo, 66, bloco B
Sala: 1802 - Flamengo
(21) 2245-4320 / (21) 2225-1361


Petrópolis/RJ
Avenida Portugal, 313 - Valparaíso
(24) 2245-0614 / (24) 2237-0877